De olho no Mercado

Mercado Mundial –  O dólar tem queda generalizada nesta manhã, influenciado pela afirmação do porta-voz do Ministério do Comércio da China, Gao Feng, de que o país e os Estados Unidos concordaram em remover as atuais tarifas bilaterais caso assinem um acordo inicial, chamado de “fase 1”. Às 8h18 (de Brasília), o índice DXY, que mede o dólar contra uma cesta de outras seis fortes, caía 0,13%, a 97,825 pontos, enquanto a moeda americana recuava a 19,0962 pesos mexicanos e a 63,7820 rublos russos.

A China e os Estados Unidos concordaram em cancelar em fases as tarifas adotadas durante sua guerra comercial, disse o Ministério do Comércio da China nesta quinta-feira, sem especificar um cronograma.  A expectativa é de que um acordo comercial provisório entre EUA e China inclua uma promessa dos EUA de retirar as tarifas marcadas para entrar em vigor em 15 de dezembro sobre cerca de 156 bilhões de dólares em importações chinesas, incluindo celulares, laptops e brinquedos. O cancelamento das tarifas era uma condição importante para qualquer acordo, disse o porta-voz do ministério, Gao Feng, acrescentando que ambos devem cancelar simultaneamente algumas tarifas para alcançar a “fase um” de um acordo comercial. “A guerra comercial começou com tarifas, e deve terminar com o cancelamento de tarifas”, disse Gao em entrevista. Um acordo pode ser assinado este mês entre os presidentes dos EUA, Donald Trump, e da China, Xi Jinping, em um local ainda a ser determinado.

A produção industrial alemã caiu mais do que o esperado em setembro, mostraram dados nesta quinta-feira, destacando a fraqueza do setor e indicando que a maior economia da Europa provavelmente entrou em recessão no terceiro trimestre. A produção industrial caiu 0,6% no mês, mostraram números divulgados pelo Ministério da Economia. Uma pesquisa da Reuters previa queda de 0,4%.

“Não é um bom número. O declínio da produção industrial em setembro torna quase oficial uma recessão técnica agora”, disse Thomas Gitzel, economista do VP Bank.

A economia da Alemanha encolheu 0,1% no segundo trimestre, e dados recentes sugeriram que a manufatura teve um desempenho ruim no terceiro, o que pode colocar a Alemanha em recessão – geralmente definida como dois trimestres seguidos de contração.

Mercado Brasileiro – O Brasil realiza nesta quinta-feira a 6ª Rodada de Licitações de Partilha da Produção, na qual ofertará os blocos Aram, Bumerangue, Cruzeiro do Sul e Sudoeste de Sagitário, na Bacia de Santos, e Norte de Brava, na Bacia de Campos, por bônus de assinatura fixos que totalizam 7,85 bilhões de reais. A rodada ocorre um dia após o governo brasileiro leiloar o petróleo excedente da cessão onerosa, em um certame que foi marcado pela venda de duas áreas das quatro ofertadas e lances restritos à Petrobras (SA:PETR4) e duas empresas chinesas.

Após se comprometer com mais de 63 bilhões de reais em bônus de assinatura no leilão da véspera, a Petrobras terá outro desafio nesta quinta-feira, já que manifestou previamente interesse em ser operadora nas áreas de Aram, Norte de Brava e Sudoeste de Sagitário, utilizando um direito garantido por lei. Com isso, a empresa terá o direito de participar como operadora nessas três áreas, com percentual mínimo de 30% em consórcio.

Há a expectativa de que o leilão desta quinta-feira tenha competição, ao contrário da rodada realizada na quarta-feira, com o cenário favorecendo ainda a presença da Petrobras em parceria com outras petroleiras.

O Tesouro Nacional faz nesta quinta-feira (7) o tradicional leilão de venda de títulos públicos. De acordo com o cronograma referente ao mês de novembro, serão ofertadas Letras do Tesouro Nacional (LTN) para os vencimentos de 1/10/2020, 1/10/2021 e 1/7/2023. Os montantes a serem vendidos serão divulgados nesta quinta-feira. Também serão ofertadas Notas do Tesouro Nacional – Série F (NTN-F) para 1/1/2025 e 1/1/2029.

O acolhimento das propostas acontecerá das 11h às 11h30 e o resultado da operação será divulgado a partir das 11h45. A liquidação financeira deve ocorrer na sexta-feira (8).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *