Mercado mundial – Dados sobre vacina para Covid-19 da empresa dos EUA são insuficientes, dizem especialistas. Cientistas apontaram falta de dados relevantes, segundo publicação científica.

As ações da Moderna (NASDAQ:MRNA) continuam a cair no pré-mercado depois que um respeitado site de notícias sobre saúde sugeriu que a empresa de biotecnologia não fez o grau de progresso no desenvolvimento de uma vacina bem-sucedida contra Covid-19 na qual o mercado de ações gostaria de acreditar.

Dados de testes em pequena escala e em estágio inicial para uma vacina experimental para a Covid-19 da empresa Moderna não garantiram dados críticos necessários para que sua eficácia seja avaliada, reportou o Stat News, site focado em saúde. Leia mais

Mercado brasileiro – O dólar operava nesta quarta-feira em queda de 1,3%, a 5,6856 reais e acumulou baixa de 2,38% entre a máxima recorde de fechamento (5,9012 reais, alcançada no último dia 13) e o fechamento da véspera (5,7609 reais).

O Credit Suisse ainda acredita que o dólar tocará 6,20 reais no curto prazo e diz não estar pronto para “jogar a toalha” sobre estratégia de preterir o real ante outras divisas emergentes, já que o mantém na lista de divisas fiscal ou politicamente expostas, classificando a moeda brasileira como “tóxica”.

No mundo emergente, o banco prefere rublo russo, won sul-coreano e rupia indonésia ante rand sul-africano, peso mexicano e o real.

“Embora reconheçamos o avanço desse último (o real), não estamos prontos para jogar a toalha sobre essa estratégia ainda”, disseram estrategistas do banco em relatório nesta quarta-feira.

“Nossas visões não mudaram. Continuamos pessimistas com o real, com meta inalterada de dólar a 6,20 reais”, acrescentaram. Leia mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *